Buscar
  • Braga & Moreno

Terapia Jurídica: B&M cria grupo de advogadas para orientar e empoderar mulheres durante o divórcio


O objetivo é ajuda-las a pensar estrategicamente, aprender técnicas de negociação e compreender melhor os termos jurídicos relacionados ao regime de casamento, divórcio e outros assuntos relacionados, para evitar que elas sejam prejudicadas durante o processo


“Estatísticas do Registro Civil, divulgadas recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), mostram que a taxa de divórcios no Brasil aumentou 2,38% entre 2016 e 2017. O levantamento também aponta que o número de casamentos caiu 2,3% no mesmo período. Em paralelo, os casamentos duram menos tempo: há pouco mais de 10 anos, a média era de 17 anos. Em 2017, caiu para 14 anos”, informa a advogada Maria Carla Coronel do escritório Braga & Moreno.


O fato é que as pessoas estão casando menos e se divorciando mais. E dos pedidos de separação, a maioria (69%) é de mulheres contra 31% dos homens, aponta estudo da Universidade Stanford (Estados Unidos), realizado com mais de 2.262 adultos durante 2009 a 2015.


Apesar de liderarem os pedidos de divórcio, as mulheres ainda são, em muitos casos, propensas a acordos pouco vantajosos. “Acredito que seja, entre outros motivos, uma questão de repertório social. Homens são incentivados a negociar desde sempre, enquanto as mulheres são incentivadas a evitar conflitos, tendem a negar aconselhamento jurídico e procuram advogado apenas quando precisam se defender em uma situação realmente insustentável”, explica Maria Carla. “Muitas mulheres assinam documentos cujo conteúdo não entendem e sequer guardam cópia para si. Outras não entendem o próprio regime de casamento”, complementa a especialista.


O resultado da falta de informação e orientação é um divórcio no qual as mulheres correm o risco de sair em desvantagem, colocando sua vida patrimonial e financeira em perigo.


Pensando nessas mulheres, e com o objetivo de empoderá-las também nesse discussão sempre tensa, o escritório Braga & Moreno criou uma equipe formada apenas por advogadas, com o objetivo de oferecer Terapia Jurídica para mulheres.


“É importante que esse time seja formado apenas por advogadas porque é comum que algumas mulheres sintam-se constrangidas ao relatar o problema. Após, elas nos procuram para que possamos reverter esse problema, o que nem sempre é possível”, explica a advogada do Braga & Moreno.


Maria Carla Coronel faz parte dessa equipe de aconselhamento e apoio. “Nosso trabalho é ouvir as mulheres e orientá-las juridicamente. É importante que elas entendam os seus direitos e estejam aptas a negociar. Elas são convidadas a pensar estrategicamente, a aprender técnicas de negociação e a compreender melhor termos jurídicos relacionados a usufruto, regime de casamento, testamento, doação, divórcio e sociedades familiares, mas tudo individualizado e estritamente relacionado ao caso delas. Além disso, oferecemos a nossa expertise de forma mais humanizada, de maneira que a mulher atendida se sinta mais segura e confortável”.


As outras duas advogadas do grupo de Terapia Jurídica são Aryane Braga Costruba, responsável pela parte societária - quando essas mulheres dividem a sociedade de uma empresa ou holding com seus maridos –, e Ana Lúcia Tolentino, que trata das pensões.


A Terapia Jurídica dura, em média, oito meses. A expectativa do Braga & Moreno é aumentar o grupo conforme a adesão de novas clientes.


Sobre o Braga & Moreno

O Braga & Moreno é um escritório de consultoria e advocacia que atende nas áreas de tributária, de planejamento sucessório, de direito imobiliário, de fusões e aquisições, entre outras. Uma equipe com sólida formação multidisciplinar assegura qualidade na prestação de serviços diferenciados, que combinam aspectos jurídicos com pensamento estratégico empresarial. Site: www.bragamoreno.com.br

41 visualizações

Avenida Eusébio Matoso,1375 - 1º Andar CEP: 05423-180 - São Paulo - SP | (11) 3038-5222

Braga & Moreno por Agência Matchä  ©2023